Dunas de Astrolábio


Tu filmas:
antes que a paranóia fizesse teu sair, correndo.
Uma onda que nasce forte, e não perde força,
apenas se adapta à menor quantidade de água.
Alguém derruba uma cadeira, espirra areia, a câmera cai e lá está a
praia. E nela, um pé passa rápido ( risos ao fundo ),
rápido como uma mensagem subliminar. Como um pensamento que faz graça.

Eu filmo:
Quem não notou como agia Dirty Harry,
amorosamente apertando o gatilho, quase com compaixão,
sem mover um ato de reflexão; quem não notou que esse homem outro, pouco depois,
filmou Bird sem precisar do blues, das cidades bucólicas, dos fantasmas, do jazz e até mesmo de Bird?
Ao lado, talvez antes de qualquer lado, algumas palavras em choro: vendas amarradas no desembrulhar dos olhos.
Buceta em dança das cadeiras? Olha que te faço engolir uma flauta inteira, hein!

..

Acordei com algo impregnado em teus cabelos te trançando.
Nada te é pior do que o não-atrito.
Greve de sexo sem sexo, sem greve, sem Grécia e o que de mim é tátil.
Uma Alface lambendo as cataratas do meu Vovô querido.
Amor entre signo e significado, lembra ? Mais que sal
da terra, esse chato, sal do mar, sal daquela cena.
Signos se afastam de seus significados para um e outro e em
alguns momentos, se aproximam, certeiros: isso gera curvas.

..

Alguém filma sem revelar:
Algumas coisas que detestamos podem ser mais aliadas de outras que adoramos.
Tão democráticos que aceitam com sorriso, o afastamento
rancoroso do mundo.

"É triste? Bonito? Perverso? Patético? Esse é o começo ou o fim?" - dizem as legendas impugnadas.

Esperem, meninos e meninas, não há título.

"Mas é filme, não é?"

Vocês não sabem?

..

10 comentários:

Zisco disse...

Quase um Van Gogh literário , Tia Grazzi!

b disse...

Afastamento rancoroso do mundo.
Black o bird.
Os corvos emblemáticos dos palácios reais da família real inglesa.
A diferença é que estes, voam.
Não por rancor, mas por natureza.
Pela natureza do rancor
Pela natureza da realeza - a de verdade.
Pela natureza da diferença.
Pela natureza dos emblemas.
Pela natureza do lugar escuro, do black no bird.
Pela natureza do ato de afastar.
Mas nunca pela natureza do mundo.
Afinal,
é um afastamento.
Ação!

(Não sei se estou comentando ou interagindo)

Anônimo disse...

Não sei se é filme mas deu vontade de tomar uns bons tragos enquanto te olho. Voce ainda toma conhaque?

L

Paulo Castro disse...

Já nascida a resposta !
Mas adianto algo:
O mesmo Clint
fez dirty
e fez byrd.
charlie parker usava seu sax alto como uma arma impiedosa,
como alguns usam seus teclados,
o que faz dar certo ( o tiro, a beat, o texto...) é não se deixar influenciar por si-mesmo a ponto de errar a mira, o objetivo.

LINDO !

Beijos, parceira de Jam Session.

º

CL�UDIA disse...

eh verdade. "kem filma por último, filma melhor"
á á á á

Anônimo disse...

"É triste? Bonito? Perverso? Patético?"

Gra
É sempre maravilhoso ver vc em ação, como disse alguem aí em cima! Idéia maravilhosa! Adorei chegar até aqui e dar de cara com essa FORÇA SUA! Força que hipnotiza mas não aprisiona. Irradia!

Bjo
Dani

Anônimo disse...

Pensa comigo, se tudo é um filme não dará certo pq FILMES dão certo. não precisa sair tb como o joao de barro que extressado nem explica nada e já vai batendo a porta!! Senta aí, vamo conversá! nem sempre qdo espirra areia, os olhos doem, às vezes costumam arder só com um aceno que nem se encosta... riem de nós fazendo graça, são os que tão pendurados em nosso saco se tirássemos um raio x!! A cãmera cai , mas o filme continua, cada vez que aceitei a idéia a distração me fez voltar à estaca zero,vão ver se agora... Viu ,mais lembra, qdo vc resolveu por um notebook em cada quarto?
Então foi horrível! não a idéia claro, confesso vc foi muito criativo . mas aí resolvemos transar porta com porta aberta um quarto frente ao outro,vc se lembra? Eu vesti uma camisolinha de renda, bom , td bem que a calciha era de caveirinha, mas vc não via mesmo! Aí ligamos a webcan, começamos a embalar só que; bem na hora vc foi e eu coloquei até um gatinho de pilha pra gemer prá mim, tava cansada naquele dia, tinha feito as unhas duas vezes! e vc embalou entre os meus e os gemidos do gatinho e choveu no chão e falava pra mim vou indo ,vou e na hora ai, amor desculpa, mas não consigo esquecer; vc gozou e na hora por causa do reflexo da luz da can, o negócio saiu verde e azul! aí eu gritei: Amor! acabei de transar com o incrível hulk!! e ficamos sem falar 3 dias! e na minha vez, lembra/ a mesma coisa.. vc teclava pra mim e falava, vai , vc tá inteirinha dentro da minha boca, e vai que vai, só que amor, vc esqueceu que eu tenho esse lado muito masculino, não consigo fazer duas coisas ao mesmo tempo! eu até que ia ia lendo o que vc teclava,o q vc tc e começava td outra vez,qdo vc tava lá embaixo , eu ainda tava no queixo descendo, ,não deu, até q vc virou de lado VIRTUALMENTE e eu falei : já ?e vc: quase e a gente se fudeu!! faça de conta que eu queira , num domingo pegaríamos O menino maluquinho, depois Um amor para recordar... faríamos pipoca quentinha e devolveríamos as pétalas para as rosas que se perderam da primavera... depois tomaríamos banho de bule e vc me esfregaria com seu cigarro aceso e me fertilizaria em dó maior... (ô dó!!) Encaixaria na Grécia do meu avô e te poria um chapéu de alface nos cabelos, o ritual de nós dois ,sem can, sem nada sem sons ou silêncios exagerados estaria com 6 ou 7, o nosso pequenininho se tivéssemos pensado antes, mas vá lá. Com todo esse sal do mar e a minha pele quente... humm , na sala parece que o vejo, com um caminhãozinho cheio de bugigangas, galinha, porco , um radinho ,e nos olhos , duas janelas mostrando a paisagem da vida pra nós dois, até que pensando bem... esse é o começo ou o fim? depende amor, do lado que vc quiser virar...
Maria de Fátima Prado
..
,

Anônimo disse...

Amizade profunda entre homem e mulher é algo raro e muitos dizem que é até impossível. Talvez só pessoas raras possam realmente vivenciar. Tenho repensado essa questão e ao ler seus dois textos senti mais a largura de um afeto incondicíonal e da cumplicidade superando a questão de gêneros do que conflitos entre masculino-feminino.
Lindo e perturbador.

Fernando

albert-silvia-lurdes disse...

Para que diferenciar se não for para melhorar?
O motivo de descobrir as diferenças... ou cobrir as diferenças?
Beleza de afastamento que me faz enxergar!

Lindo mesmo Grazzi! Beijocas!

Cadinho RoCo disse...

Se é ou deixa de ser não importa. O que vale mesmo é viver.
Cadinho RoCo