Quem você pensa que é?



- QUEM VOCÊ PENSA QUE É PRA NÃO ME OUVIR?

- O que?

- É isso aí mesmo que vc AGORA ouviu!..
...

Foi assim que tudo aquilo começou. Embora essas palavras foram não ditas, elas voaram entre nós. Mas quem seria eu e quem seria você naquela conversa?

Não, não pensem que estou em pleno surto esquizofrênico (ou pensem e fodam-se), isso só acontece às terças, o dia em que resolvo amortecer todas as dores do mundo. Nas costas e subindo Notre Damme. Quase um camelo.(refugo de novo cristão na tal pós-modernidade que é quase idade média).

Mas não foi o caso. Só bebi água suficiente para provar que sou um ótimo camelo, testar minha resistência e seguir em busca do maior oásis. Te vi assim. Mas na lâmpada só cabe um gênio, o seu. O meu eu dei descarga junto com o ranço socrático faz muito tempo. "Só sei que nada sei"..AHHH VAI TOMAR NO TEU CU, OTÁRIO!(espero que assim você finalmente ouça).

Sua cabeça, seu machado. A minha, deslocamento...

Tudo bem que meu corpo, essa camada de gordura acumulada que cobre nervos, me trai. É, ele me trai sim. Acontece que também disso tiro um puta prazer. Pego leis de gravidades insuspeitadas e as detono, juntamente com todos os sintomas que uma pessoa crônica como eu suportaria. Outros já teriam se borrado nas calças e dado um tiro no meio dos cornos na apresentação dos três primeiros: aniquilação, aniquilação e aniquilação. Mas você não contava que meu semi-auto-didatismo fosse deliciosamente mais saboroso: ele, além de provar a mesma inutilidade dos ritos, os abandona de livre escolha, tédio e pavoneamento.

Que foi? Pensou que sugeriria nomes encontrados em bulas de remedinho de farmácia? Me procura que te mostro realmente o peso do meu silêncio e te injeto todas as doenças das quais você foge como o covarde vendido que é.

Afinal, sou quase-feia, quase-bonita, quase-velha, quase-menina, quase-puta, quase-santa, quase-pobre, quase-rica, quase-mulher, quase-homem e continuo um pavão misterioso e você, porra, você continua o mesmo medíocre e saudável asno que sempre foi.

Quem é você e quem sou eu nessa conversa?

Responda você agora..

18 comentários:

Fabiano Gama disse...

Uau... intenso... ainda preciso assimilar. Acho que responder "Quem é você?" já é uma tarefa difícil, mas "Quem você pensa que é?" é mais ainda.

J disse...

Que susto!!
Beijo,Grazzi!

Rachel Dias de Moraes disse...

Eu sou vc amanhã!!

Grazzi sua escrita é afiada como uma lâmina de dois gumes.Instigante e direta, acerta-nos um soco no estômago e o ar de repente fica rarefeito.
Tem mais?

Muito massa!!!

Ayahuasca disse...

Quem somos "EUs & VCs"?
Penso que somos alguem que tenta desviar o olhar dos erros alheios pra que não precise encarar o olhar hipócrita de piedade dos mesmos diante de nossas quedas.
De resto vivemos nos drogando com pitadas de coisas boas pra aguentar o tranco das coisas ruins que brotam feito feijão no algodão.rs
Dolorido e agudo feito alfinete espetado entre carne e unha.

Bjs linda

Lua disse...

Muito bom Grazzi...
Agora respondendo a pergunta:

Eu acho q eu não penso eu reflito e eu sou apenas aquilo q reflito do q eu vivencio...

Oh! Mundo cruel...eu penso q não sou alguém capaz de responder esta pergunta...
=o

Anônimo disse...

Não existe o
SABE COM QUEM ESTÁ FALANDO?!
Pois é, você mandou bem no
SABE COM QUEM ESTÁ CALANDO?!

Porrada nesse asno surdo de "alma" que escuta e não ouve!

Devo mandar "comentários textuais" por depoimento?
Beijocas
Anna

Green Eyees disse...

Quem é você e quem sou eu nessa conversa?
Responda você agora..

Eu??...Sou aluna.
Você??....É a Mestra!!

MKT - on line disse...

O que?




:D

Giselle C. disse...

Eu sou um gato escaldado e neurastênico nessa pós-modernidade q recebeu a maldição dos mártires de outrora, condenando-a a ser pra sempre uma quase idade-média...

pêlos arrepiados...rrrr...xD

Bravo, Grazzi, como é praxe. :)

Amo.

Amanda disse...

Uau!!! Não contava com a minha astucia??? hehehe
Fernando Pessoa se borraria ao ler esse texto, enfim alguem a altura do grande poeta!!!

Amei msm!!!

Ana disse...

.

"Tudo bem que meu corpo, essa camada de gordura acumulada que cobre nervos, me trai. É, ele me trai sim."

Minha língua me trai também, por isso..., silencio a dor dos cornos, principalmente a minha.

Tava afiadíssima essa tua terça.

Bem, acho que sou um cactus. Sou tão pseudo-auto-suficiente que até água eu recuso.

Bjs Grazzi

din disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
din disse...

Grazzi!
Curaria qualquer crise de ansiedade generalizada!
A imagem lembrou Marí tomando quatro pontos na língua aos quatro anos. Era uma mistura de sangue,agulha...Ainda bem que ela fala muitíssimo bem!
Beijo e Parabéns!
Nadir.

Paradoxo Sem Fim disse...

Fomos paridos em meio a uma escuridão profunda...

Logo nos jogaram em direção das luzes e das sombras, sem dó alguma.

Lágrimas e risos invertem seus papéis, incansavelmente. Faz parte!

Contornos inacabáveis de sonhos misturam em nós aquela porção mágica que nos sobra, além das coisas casuais...

Prazeres estancados por medo. Mas é nessa sensata agonia que percebemos a plenitude daquilo que somos: pó de poesia e nada mais.

Coragem em dizer, medo em falar. Masoquistas declarados, ou covardes reprimidos diante das feridas que brotam em nosso ser?

Sei lá...

Belo Texto!

Cell Miranda disse...

Quando sou assim inquirida, me esqueço do que sou, do que fui e me sinto um verme, um nada!

Gosto muito da maneira que escreves, sem meio termos.

Bjs

Zisco disse...

Acho que quase sei, isso é a mesma coisa que dizer que quase não sei.
É quase tudo a mesma merda, né?
Se for tudo bem , se não for tb fodam-se todos!
Pode ser que eu esteja quase certo, mas tenho quase certeza que estou errado.

Anderson disse...

"Afinal, sou quase-feia, quase-bonita, quase-velha, quase-menina, quase-puta, quase-santa, quase-pobre, quase-rica, quase-mulher, quase-homem e continuo um pavão misterioso e você, porra, você continua o mesmo medíocre e saudável asno que sempre foi."

Muiito bom isso!!!!!

Mara Giovanna disse...

Eh, Zi, espero que esse outro não seja eu, sua mana, nos nossos momentos de ....... ihihii "briguinhas"..ihihihi .. eu não sou nada, reconheço, neste mundo infinito que é o seu.... bote prá fora, nêga, tua raiva, tua dor, tua alegria.... nós merecemos, bicha.. bjs. bjs bjs.. não se machuque pelos outros.....baby... EXTRAVASE...