A quatro pernas


Como? Você quer a fala deitada?
Morda-se!
, o que posso cuspir de imediato é que não há coisas para dizer. Um floco de neve no calor. Tripas acesas na janela e o rabo, chefe. O rabo de olho perseguindo o trajeto da magreza. Sinto paixão pela magreza, as costelas à mostra e todo esse fenômeno estúpido de sair como uma vira-lata presa na solitária,
E no túnel o final do cuspe com abertura saindo pela culatra.
E então chefe, me dá uma carona pela praia? Deixa por lá as patas molhadas de cavalos e o berro.
Dizem que somos quase parentes e que por isso aderimos ao quase nada.
Deita apodrecido e confesse que me come antes que trucide os teus nervos num só rasgo!



Confesse que há mais jornada nessa égua-mula-dada que em mil demônios prontos para carnificina. Olho por detrás da tela e a saliência de uma veste momentânea me fode o espetáculo. Entro em tudo, chefe. Entro em tudo e quero ser





entrada.

Pausa para palitar os dentes e delícia. Entupi tuas cáries com minha língua em riste e teu pau derreteu, sacudiu-se histericamente calado. Sacudiu um algo em mim que não se vê sacudido em nada.
Rio da sobremesa em curso.
Meu garfo tem duas conchas de camelo na bexiga e te guardo para a próxima mijada.
Espera! Ouço um pássaro. Bonito!
É engraçado como minha vó e minha mãe se anunciam na floresta de machados.pedacinhos-espantalhos pendurados nas árvores. Retorcidos. Espanta-te?

Vejo de dentro do líquido gozoso deus e suas vestes umbilicadas de pequenos achados. Mas estou perdida porque não amo até encontrar a peste. Até encontrar o sumo derretido.

Tenho quatro mãos que sangram no pescoço. É hora da fogueira, penso.
Você não será minha cruz.
Gozo em hóstias e te batizo.

gozo em hóstias. meu gozo é líquido.

...

(esse texto foi moldado e escorrido pelas coxas de Grazzi Yatña e Jorgeana Braga)

32 comentários:

O que Cintila em Mim disse...

Num lampejo de visões alucinógenas, as letras escorrem entre as coxas das donzelas ensandecidas.

Grazzi Terremoto, parabéns pelos textos, todos.

SoL disse...

UaU
"Secando a baba...;)
Bj

Anônimo disse...

"Espanta-te?"

Conseguiu!! estou de boca aberta.


Juan

Anônimo disse...

vocês duas são namoradas ou amantes???

texto tezudo e cheio de gozo. aiiii

aurond-24 disse...

Nossa realmente, muito sensual e inteligente feito vc...
Beijosss

Izabel Xarru disse...

vc é tão certeira no meu peito marmóreo-tumba. vc me toma da razão como um murro por dentro que travasse a boca, os poros e derretesse papilas.
não entendo e às muitas vezes discordo seguramente, mas vc é minha irmã ali onde o pistilo vira míssil.ali onde o ímã vira seda e é sugado pelo esgoto de duas pernas de cão e lobisomem.
tim-tim: porque deixou a cruz no estacionamento das manchetes e desvirou a abóbora numa sopa de parceria com o gozo sem mais nada.
beijo as jaulas que não servem.
lambo o recheio dos triângulos e padeço de infinita desconstrução.

Lehgau-Z Qarvalho disse...

"Ciúmido", fiquei!!!

Apenas isso... 8)*

Bruno C. Neiva. disse...

Adoro textos que me fazem procurar o sentido, fazem ler fixamente cada pedaço de palavra e por fim perceber que mostra tudo e não mostra nada

Parabéns Grazzi :)

Zisco disse...

Transubstanciação da hóstia de palavra em gozo carnal.
Tia Grazzi vc vijou e nos contou tudo o que sentiu de forma linda e magistral, "HOSANA NAS ALTURAS", bendita seja aquela que vem em nome da belele de viver, de sentir , e de escrever coisas tão fantásticas e belas, "HOSANA NAS ALTURAS".

Anônimo disse...

:)

E El Caballo perdeu a senha do blogger... rs

Paradoxo Sem Fim disse...

Texto forte.

Intimista.

Um grito, que sai como gozo.

Gozo de um desejo.

Que na verdade, só quem escreve e goza sabe qual é.

Cell Miranda disse...

Marcante, com tua marca registrada!

Bjimmm

Euzinha disse...

A-rra-sou!

Paulo Castro disse...

Pobres diabos leitores que procuram um sentido, que procuram uma imagem fixa, pobres diabos leitores que te imitam para te agradar, pobres diabos leitores que arrasam, que supimpam, que dá-lhe palmas.
Pobre diaba escritora que suportamo lixo e se alimenta desse lixo mesmo que fique - desde sempre sabido - uma enorme distância incorrigível entre o desejo e o gozo. Dizem que a esperança é apenas o sinal de subtração entre essas duas coisetas.
Mas se o texto é marca de uma pobre-diabez, ao mesmo assumida, se a sala semântica é solitária em que alguns se debatem e com isso, alguma percussão, se o texto é isso, não se faz esperança, mas se mobiliza em quantidades variáveis desejo e gozo. Só essa mobilização, esse móvel, já faz compensar o crime, chefe.
Que os demais babem e ejaculem filhos e anti-depressivos sentados na privada da cotidiana auto-mutilação.
Bjs.
°

enten katsudatsu disse...

Pra lá de bom!

Urro fatal e uivo alucinante.

Anônimo disse...

Sapata Detected :D

James

Anônimo disse...

ângulo obtuso, escuro, surpresaa!!!!


Around.

Zisco disse...

Voltei só para me deliciar mais um pouco, pra prolongar o gozzo e mastigar a hóstia deixando a mesma sangrar dentro da boca, um gosto de sangue, um gosto de vida, que dói , mas dá prazer ao mesmo tempo.
Vc é assim Tia Grazzi , gostosa mas dolorida, não pare nunca de nos dar este prazer de te ler.

Anônimo disse...

Morda-se? Estou me mordendo todo puta que pariuuuuuu
(ufa) agora digo q senti alguma raiva ao ler depois fiquei hipnotizado.

Marcelo

Anderson disse...

Augusto Dos Anjos sentiria orgulho de vc...
bjs,linda...saudades de vc e de seus textos.

odir disse...

mais um gozo cubista, mais um caleidoscópio da Grazzi. =)

As tuas poesias são pra serem olhadas ora de cabeça pra baixo, ora de lado, ora pelo avesso, ora através de um espelho...

maravilhoso (de novo), Grazzi.
Parabéns, de novo.

Anônimo disse...

belo texto feito a quatro pernas. uma mais recatada a outra mais ousada. quem é quem?

:)


comentei nos dois blogs!


Katarina.

noite disse...

porra TU escreve pra CAraio, acHEi
de TUdo um magnífico TExto,breve, tesudo diretO, aliáS como de semPre,amiGa grAZZ,um verdaDEiro chute NOs bagoS,mas quE enFIM sorrIO, felIZ,extaziado, hehehe a penSAR.,,quE puta
escRItora essA moça é...ai,ai...
beiJinhos...

Clair disse...

Gozei...oooopsss...gostei....:)

Anônimo disse...

Seduzindo para seduzir.e tome texto sedutor. Vc é foda!

lance

Mara Giovanna disse...

Puxa.. bjs

Regina disse...

Como sempre me deixando de cara...
Matei minhas saudades desses textos alucinantes e enigmáticos...
Sou uma grande fã !!
Bj,

Giselle C. disse...

Teus textos têm cada vez mais as tuas feições..q são muitas e todas igualmente fascinantes.
Amo-te com aquele amor antigo e boho... :))

;**

Geez

Nana Magalhães disse...

não me espantei, me excitei.
é foda como alguns de nós aqui pensam parecido, como temos o tal 'cordão umbilical' que nos une com amor e mais um monte de outras coisas.
puta afinidade.
puta.
você é puta.
amo.
você e suas coxas.
*;

Nana Magalhães disse...

ah, to precisando te falar.

O que Cintila em Mim disse...

e o diabo em redemoinho sumiu no meio do liquido seminal.

Rachel em estado de ahhh...

Liah in Casulo disse...

Eletrizante, Grazzi...

Cheiro de a(mar)resia.