Vem!



Alguns sinais marcavam o empenho.
Uma caneta estourada, uma borracha sem existência.
Era assim que se fabricava um simulacro de compreensão. Essa coisa tardia sem precisar.
Ela veio coberta de reticências, vírgulas só por rebentação da exigência estética.
Agarrada a duas terras diferentes de línguas antagônicas. No meio o inalcançável ponto.
Precisava da intransigência para sua vocação.
Ninguém viu sua hora. E seguiu.

"Volta! Porra de existencialismo fodido esse!"

A merda do inconsciente é um sujeito manhoso e tem mais é que tomar no cu mesmo. Afinal todo mundo precisa de companhia..

Sorriu, abriu a geladeira, pegou uma maçã e mordeu. Era dia de pagar a conta de energia, condomínio, votos de silêncio e..pintar uma parede da sala.

Laranja, bem berrante!

Da última vez pintara com manchas que pareciam uma pasta de amendoim que lembrava mais cocô. E toda vez que chegava algum cobrador ela abria a porta e apontava:

"Encosta a bunda ali e arrasta, pode cagar mais um pouco, o espaço foi reservado pra isso mesmo"

É foda mas o óbvio precisa ser sempre dito.

Amanhã será dia de cobrar o cobrador.

"Não, volta! Amanhã será dia de matar o cobrador."

Alisou a última bala..

53 comentários:

jorgeana braga disse...

olha eu bato na porta mas só cobro o nada. acho que posso dizer "amo-te".

noite disse...

fiquei como sempre fico um ficado alegre...belíssimo seria o mínimo a dizer...teus textos ficam da porra chocantes...(hehehe)um beijão

Nana Magalhães disse...

as minhas balas acabaram, me dá uma das suas?!
amo, amor,
Nana

Anônimo disse...

Nem precisa devolver mais aquela grana que me pediu emprestado! Depois dessa que medo da porra!kkkkkkk

Fudido de bom curto e grosso!!! Beijo!

Lan

Nine disse...

Um texto com gostinho de quero mais!
Gostei da leveza e da sutileza, uma pitada de humor negro que eu tanto adoro e os seus traços em cada sílaba...

Diferente.

Mas não menos encantador....
Parabéns.

Beijo.

Anônimo disse...

Se lhe interessas, eu seguro a merda do cobrador pra você executar.
Depois embarcamos juntas na "Nau dos Insensatos".
Que tal?Vamos?
Anna com beijos

Izabel Xarru disse...

às vezes borboleta tem que virar coiote.e chega.um animal assim, não dorme sem espaço. é da espécie. uiva se só tem uma porta. se quebra ao dar com o corpo no muro.e não contavam com essa: aprende a saltar.
e agora, grazzi, deixe o cobrador perceber que a casa foi abandonada. a esfinge se decifrou.
beijo.
muito.
grande.

O que Cintila em Mim disse...

Não há código que represente a diferença, aquilo para o qual não se tem imagem. Pensar, traçar um plano, exige a criação de novas imagens, visto que as imagens trazidas pela memória, aquelas já conhecidas, podem deixar de funcionar efetivamente. É preciso produzir outras imagens, diferentes formas de ações para lidar com as forças desse fora, intrínseco a todo território onde possamos colocar a merda da porra de nossa existência.

MKT - on line disse...

nao recomendado para inicio de mes. onde guardei meu trabuco? rsrs

Anderson disse...

Caramba!!!!
Olha só ,Grazzi, não vou cobrar nada , sou amigo..hehehehehehe
Moça , acho que vc anda assistindo muito Quentin Tarantino hehehehehe.

Muito legal o texto , parabéns!!!

Agatha disse...

Legal que você tenha gostado. Vez ou outra leio o que você escreve lá na terra de ninguém. Gosto bastante, por isso irei passar por aqui mais vezes :)

aurond-24 disse...

Olha eu preciso dessa bala já, me dá heheheheheh... como precisamos de balas em nossas vidas, mas vou te dizer uma coisa que sejam sempre de amor....linda parabéns!!

Green Eyees disse...

Sempre lembro de Sartre quando leio vc...e estamos mesmos condenados a liberdade...

Também tenho um cobrador para matar...só não sei o dia...eu te aviso!!!:)))

beijos...

Anônimo disse...

vontade de lhe ver sedada a minha disposição, isso sim.

SAMANTHA ABREU disse...

puxa, Grazzi... uma velocidade ótima, intensidade bruta e delícia muita.
Texto ótimo, sensação deliciosa de ler-te.
Tava com saudade e vontade. E adorei, realizei.
Um beijo, querida!!!

Bocage disse...

Beleza Grazzi...


Deixo aqui uns traços...

"...Vejo uma mulher que caminha, me olha furtiva e passa
Que pensa a mulher do trajeto?
Por certo pensamentos que não são meus nem os dela talvez.
Quem sabe os deuses que a habitam lhes sejam seus próprios pensamentos?
Vejo a mulher perder-se na distância de seu próprio caminho
De sua desconhecida vida que também não me interessa.
Por que haveria de o se-lo?
Absorto, contemplo a manhã cheia de ócio que me embala e leva
Sei que todas as portas de todas as manhãs abrir-se-ão
O que há por atrás das portas não o sei. Mas, o chamado é forte, tenho que ir..."

Bocage.

Paradoxo Sem Fim disse...

Alise mesmo a última bala, e faça dela o tiro mais certeiro.

Parede pintada, maça mordida, contas pagas... Que dia intenso.

E olhe que ele ainda nem acabou!

Beijos meu Amor...

E é isso, inconsciente tem mais que tomar no cu, mesmo. :)*

Zisco disse...

Era muito bom que esse dia chegasse, quem sabe a merda das cobranças lhes fizesse sentir o quão desagradáveis são.
Enquanto esse dia não chega vou pintar minha parede.

SoL disse...

Expressivo. A verdade em sua forma natural.
Psicologia é nada, nos momentos da realidade-humana!
Beijo Grazzi ;)

Paulo Castro disse...

Sim, essa personagem: Rubem Fonseca de buceta.
Ou cu, em se tratando de inconsciente.
E deve constar obrigatoriamente em todas as escolas de línguas. Latim e grego, as únicas línguas vivas e vastamente territoriais sobre o corpo.
Bjs.
Biu-Biu !
°

Paulo Castro disse...

Nine: "um texto com gostinho de quero mais".
Quantas vezes essa imbecilidade já foi inscrita em blogs pelo mundo ?
Quer mais o que ?
Tiro de AR-15 no clitóris ?
°

mistica disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
mistica disse...

ETERNA!!

Acho melhor não comentar , possuo medo do Paulo,mas porra!!!...vc pode me ceder uma bala desssa?

TE AMO

Nana Magalhães disse...

haha
esse PC é FODA.
de buceta e depau.

Lady Crisálida disse...

Tenho vontade de saber onde guardas tanta criatividade e talento pra fazer esses textos tão segregados de En-canto, sutileza e retratos da vida real.

beijos instigantes e projectados de sucesso!!!

Cell Miranda disse...

Não vale dizer que já gastou todas as possibilidades de uso da última bala. Tb tenho uma lista de cobradores. kkkkkkkkkkkkkkkk

beijinho

Giselle C. disse...

dizer o óbvio é coisa de profeta.
ahazzou.
amo.
;**

Clair disse...

Grazzizinha.........
Ultimamente ando pintando paredes, mas sabe que ás vezes não é nada mau reagir? Não apenas aos "cobradores", mas á tudo que nos deixa de cabeça gorda!
Garota....vc já sabe....
Enchantée

makely disse...

Presente Grazzi!

Amanda disse...

Sussuros gritados, entranhados de Medéia... hehehe

;***

Anônimo disse...

esse tal de Paulo Castro é um OTÁRIO. Comportamento típico de idotas. Deixe que postem e comentem o que quiserem seu mané.

Nana Magalhães disse...

há controvérsias, se há, anônimo.
haha

Wallace Fauth disse...

Gostei dos seus blogs!
Abraço.

Wallace Fauth disse...

Gostei dos seus blogs! Interessante a foto do revólver... Escrevi sobreele ontem...Coincidências?

Wallace Fauth disse...

http://fauth.blogspot.com/

Paulo disse...

Sempre me delicio com tua sopa de letrinhas pensantes...farto; arroto sem o menor pudor e peço bis!

Ana disse...

Grazzi,

Vi o link para o seu blog no da Izabel.
Vim conferir, e seus textos entraram como um disparo pelos meus sentidos!
Boa essa sensação!
Bjos!
Ana

Ana disse...

No fim seu texto serviu de pretexto para o meu tiro...
Quando quiser... www.caisdesonhos.blogspot.com
Bjo!

Izabel Xarru disse...

Hummm...só uma coisinha:
o 'anônimo' que disse que o Paulo é um mané não mostrou a cara....

Cássio Amaral disse...

Seu texto é muito bom, tem barulho nele.
Aliás nos seus textos, que tanto gosto. Vc é direta, mas tem referência, paralelos isso que gosto. Além disso é conciso, claro.

Muito bom Grazzi. Me perdoa minha ausência e meu silêncio. Sou professor, sabe como é. O trem tem hora que pega!!!!Risos.

Beijos e abraços.

Cássio Amaral.

Mara Giovanna disse...

Eh... Grazzi.... as contas estão sempre por aí.... não temos como evitá-las.. ihihihiihih ....bjão.. Parabéns.... muito engraçado!!

Dani Morreale disse...

Caminho mil mundos sem sair de casa. o seu é fantástico!

Serjones disse...

conheço essa foto de outro blog, do fauth... e vi tb que conheces paulo castro! pequeno mundo minúsculo.

SAMANTHA ABREU disse...

quero mais, puxa!

Louis Wheiller disse...

Perai.
Acho que eu me perdi...?!
Essa mistura de "Merda" com "Pseudo Pureza" e me desculpe a viagem, ficou "Foda"!

Parabéns!

Rogério Saraiva disse...

fantástico!

Aprendendo a falar de Amor disse...

Grazzi minha querida amiga sou eu Cabelo q estava sempre na LP e na Escambo sai do orkut faz tempo mas não da net criei meu blog onde escrevo minhas loucuras consegui achar o blog do Adonis linkei ao meu e pedi a ele o endereço do seu onde tambem linkei ao meu pois vcs 2 ao ladp da Magmah foram sempre os 3 poetas q sempre gostei de ler no orkut da uma lida la no meu bjs e fica com Deus!!!
PS: to sem net em casa e por isso só entro de vez enquando na lan pra ataulizar meu blog depois quero ler o seu com mas tempos

Aprendendo a falar de Amor disse...

Grazzi sou eu Cabelo bjssss

aluisiomartins disse...

Texto mirabolante. Escatológicamente delicioso. E que que tudo o mais vá pra PQP.
Amei

Aprendendo a falar de Amor disse...

Grzzi????????????????

Aprendendo a falar de Amor disse...

:) sou seu fã pensei q tivesse me esquecido, junto com o Adonis e com a Magmah vc era a poeta q eu sempre admirei bjsssss

Eduardo Magrão disse...

roubei uma frase e uma foto ..

lindisssí ma..!!!!

Eduardo Magrão disse...

"É foda mas o óbvio precisa ser sempre dito."

robeiesta frase e uma foto ..

lindissimo ..